Bancada Sulista

Bancada Sulista

NOTÍCIAS

Ministro garante concessão do Aeroporto Hercílio Luz no primeiro semestre de 2016

Tamanho da letra A+ A-
Forum catarinense se reuniu com Padilha( Foto Chico Alves/Assessoria)

(Brasília-DF, 01/10/2015) O ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, confirmou nesta quarta-feira, 30, que ainda no primeiro semestre de 2016 será realizado o leilão para definir a empresa que terá a concessão do Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis. A informação foi dada ao Fórum Parlamentar Catarinense.

Padilha garantiu que a concessão vai incluir todas as obras, mesmo as que já começaram a e tiveram que ser suspensas, em agosto de 2014, por decisão do Tribunal de Contas da União. “Todas as obras projetadas, inclusive o novo terminal, serão iniciadas, as que ainda não tiveram início no nosso período ou complementadas aquelas que nós já iniciamos”, garantiu o ministro.

O coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado federal Mauro Mariani (PMDB-SC) comemorou o fato de onze empresas já terem retirado o programa de orientação para o edital. “ Então nós temos onze empresas interessadas, o que nos dá uma certa tranquilidade em saber que seguramente vai ser um certame com bastante concorrência, o que vai nos garantir também a rápida execução da obra e uma empresa de qualidade, com certeza”, explicou o parlamentar.

Obras emergenciais

A paralisação das obras causou outro transtorno além do atraso nas melhorias do aeroporto. O barro deixado pela construção está sendo levado pela chuva para a lagoa que fica ao lado do terminal, o que pode causar problemas ambientais. Os parlamentares também pediram atenção do ministro para o problema. “ Quando chove havia o problema do barro vazar pra dentro da lagoa poluindo ali aquela questão das ostras e poderia criar um problema inclusive ambiental. O ministro nos garantiu que vai atuar imediatamente. ”, disse Mariani.

E a garantia da atuação do governo não depende da concessão prevista para o ano que vem, de acordo com o ministro. “Isso é responsabilidade nossa e não vai esperar concessão não. A bancada veio, nos trouxe uma informação bastante contundente. Nós vamos checando isso diariamente. A nossa responsabilidade da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) e aqui da Sac (Secretaria de Aviação Civil) é da operação com absoluta segurança. Isso independe da questão de concessão ou não”, afirmou.

Também participaram da reunião o senador Dário Berger (PMDB) e os deputados federais Ronaldo Benedet (PMDB), Esperidião Amin (PP) e Pedro Uczai (PT).

 

( da redação com edição de Genésio Araújo Jr) 

30ª Festuris, uma janela que mostra o Brasil

12 de Novembro, 2018 às 09:30