Bancada Sulista

Bancada Sulista

NOTÍCIAS

CPI: Indenização aos familiares da tragédia da Chapecoense vai ser investigada pelos senadores

Tamanho da letra A+ A-
Destroços da aeronave em montanha na Colômbia

(Brasília-DF, 10/12/2019) O Senado Federal instala nesta quarta-feira, 11, a partir das 9 horas a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigará os motivos da falta de indenização aos familiares da tragédia da Chapecoense que matou 71 pessoas em dezembro de 2.016.

Na época, o time do oeste catarinense viaja para Medellin, na Colômbia, onde jogaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana daquele ano. Contavam da tripulação atletas, corpo técnico, dirigentes e jornalistas. Três anos decorridos da tragédia, os familiares das vítimas que estavam no voo ainda não receberam as indenizações.

Autor do pedido de CPI, o senador Jorginho Mello (PL-SC) presidirá o colegiado. O relator será o senador Izalci Lucas (PSDB-DF). Outros 11 senadores participarão da CPI como membros titulares e outros sete como suplentes. A comissão terá o prazo de 180 dias para proferir um parecer sobre a situação.

“[Essa CPI] vai aflorar a responsabilidade deles que já deviam ter acontecido, que até então está muito cômodo, estão levando com a barriga. E nós vamos mexer com a credibilidade deles e eles vivem de credibilidade para vender seguro”, comentou Jorginho Mello em entrevista para a Rádio Senado quando da apresentação do pedido desta CPI no último mês de novembro.

(por Humberto Azevedo, especial para Agência Política Real, com edição de Genésio Jr.)

 

Presidente Bolsonaro recebe Jorginho Mello

24 de Dezembro, 2019 às 10:34

Vídeos

Mais vídeos